sexta-feira, 27 de maio de 2022

Eu deveria largar tudo e morar na roça? - carteira do mês - maio de 2022

 


Boa tarde pessoal, espero que vocês estejam todos bem.

Passei uns 10 dias em uma cidade do interior de São Paulo e foram dias muito bons e relaxantes.

Um dos fatos que me surpreenderam foi a quantidade de pessoas que largaram tudo e foram morar em cidade pequena.

Conheci um casal que tinham um ótimo nível intelectual que foram para a cidade e a mulher virou massagista e o marido abriu uma pizzaria. Eles trabalham bastante e aparentemente estão bastante felizes.

Conheci também uma dona de restaurante chilena que veio passar uns dias no Brasil em Paraty e depois quis ficar por aqui. Mais um dado que nos ´passa que talvez o Brasil não seja um país tão porcaria assim.

A pousada em que fiquei também é de um pessoal de São Paulo, que optaram viver lá depois que começou a pandemia.

Uns donos de loja que compramos algumas coisa também são de cidade grande , mas vivem lá faz uns 20 anos. Pessoas ótimas, o único problema é que são também uns esquerdistas radicais, mas fazer o que? Ninguém é perfeito.

O fato é que no momento atual eu estou 100 % trabalhando remotamente em casa e poderia muito bem viver no interior ou em um local mais tranquilo.

É algo que penso seriamente em fazer. Mas há também receios e raízes familiares que nos prendem. Não poderia ser egoísta e abandonar pais e sogros septuagenários. Além disso eu e minha esposa temos atividades religiosas que exigem nossa presença física aqui no ABC.

Também não atingi ainda meu objetivo de riqueza, que seria algo em torno de R$ 2,5 M. Segundo minhas contas, ainda faltam 3,4 anos para isso.

A saída seria talvez achar um lugar aqui na grande SP que seja tranquilo ou mesmo no ABC. Não sei se isso existe.

No mais, bola pra frente. Se tiverem alguma sugestão, estou aberto a ouvir. Gosto muito do interior de São Paulo e Sul de Minas.

No mais, segue a carteirinha de ações que ainda estamos comprando:


Temos também Fras-Le, AES Tietê, BB Seguridade, Banestes e Unipar PNA, que mantemos mas no momento não estamos comprando mais.

Grande abraço a todos.


24 comentários:

  1. Fala ABC, tava sumido...
    Eu moro em cidade pequena a mais de 15 anos e sou nascido e criado na Grande São Paulo.
    Eu tenho uma opinião bem própria sobre cidadezinhas e morar na roça que não converge muito com o maisntream.
    Saí da grande SP com 21 anos e viemos eu, meus pais e meu irmão morar numa cidade de menos de 10k/hab na região Sul do Brasil, isso quando essa escolha não estava tão na moda.
    Estudei aqui (me formei), já tinha começado e abandonado um curso superior em SP e sou funcionário público a anos. Minha vida mudou bastante da minha adolescência em relação a hoje e creio que isso me ajuda a formar uma opinião multifatorial.
    Pra mim cidade pequena de fato (20k/hab pra menos) só vale a pena para públicos bem esecíficos:
    Aposentados, pessoas que atingiram a IF, ou pessoas que realmente se identificam muito com o estilo de vida e/ou odeiam cidades maiores. Fora isso vejo muitas desvantagens.
    Mercado de trabalho em cidadezinhas é pífio, geralmente são poucos empregos, empresas familiares, pouca possibilidade de ascensão social e jogo social forte de cartas marcadas.
    Numa cidade média ou grande você pode conseguir emprego (dependendo de sua qualificação) independente de ser ou não dalí ou de ter padrinho ou não (embora eu reconheça que indicação pesa em muitos casos).
    Em cidadezinha o mercado de trabalho tem donos e referências fortes, fora o fato de haver geralmente pouca diversificação.
    No seu caso creio que não procuraria emprego, mas acho que vale pontuar.
    Vida social: vejo como de qualidade regular apenas, tem pessoas boas e ruins, confiáveis e não confiáveis como qualquer local. Mas com o tempo morando nesses locais você vai vendo a realidade, panelinhas, picuinhas, muita fofoca. Em cidade assim não se tem realmente privacidade, e esse é um ponto que me incomoda. Pra algmas pessoas isso pode ser meio sufocante, tanto que das pessoas que ainda vão embora, parte da motivação é poder se desvencilhar disso e ganhar mais liberdade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa! Muito obrigado por acompanhar o blog. De fato existe o sonho e existe a realidade. O tipo de cidade que penso em morar seria algo como Atibaia, Serra Negra, Poços de Caldas ou até mesmo Sorocaba, que hoje em dia é cidade grande. Outras cidades legais que conheci seria no Sul de Minas. Mas não seria para trabalhar na cidade, seria mais para ficar remotamente trabalhando e curtir um pouco de natureza e sossego, se é que existe isso ainda no Brasil. Não sou de frequentar barzinho ou coisas do tipo, assim, minha vida social seria mais dar umas caminhadas, andadas de bike e coisas afins. Mas obrigado pelas informações.

      Excluir
  2. Tomar conta da vida alheia (no sentido negativo) é muito comum em cidadezinha.
    Há um consumo muito grande de álcool (como em praticamente todo o ocidente) e vejo um crescente consumo de drogas e certo aumento da criminalidade.
    Nas cidades da região onda moro e não é perto de capital nem cidade grande, cada vez mais ouço notícias de roubos tanto na cidade, quanto na zona rural, inclusive já roubarm o sítio do meu pai.
    Pra quem pretende morar na roça, quase tudo o que citei vale, e tem o fato das questões inerentes a vida rural: Documentação da propriedade, vizinhos e limites da propriedade, conservação das estradas rurais de acesso, distância da cidade e ou escolas, hospitais, postos de saúde, etc etc... Se há queimadas na região, se há água pptável na propriedade, luz, incidência de roubos entre outras coisas.
    Tem muita coisa envolvidade que fica até difícil esmiuçar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom, obrigado pelas informações. No caso acho que o melhor seria procurar um condomínio aqui pelo interior de SP.

      Excluir
  3. A vida nas pequenas cidade é idêntica a das grandes. E há e sempre ouve muita masturbação mental sobre isso.
    No caso de morar num local desses, deve-se analisar a cidade pretendida em sí e os seus gostos, hábitos e necessidades.
    Não respostas prontas.
    Mas tem que estar consciente dos prós e contras e não entrar nessa bobagem de vida interiorana perfeita, isso não existe.
    Por fim, basicamente os mesmos problemas sociais dos grandes centros estão presentes em cidades pequenas, mas não vemos tanto porque não ficam tão evidentes como nos grandes centros.
    A situação em grandes centros também não é melhor, porque a sociedade de maneira geral não é melhor.
    Infelizmente sempre achei que boa parte da população dos grandes centros não tem consideração pelo local onde vive, vê aquilo apenas como lugar de passagem, para usar enquanto pode e descartar quando não for mais conveniente, enquanto for assim nada melhorar.
    E as cidades pequenas e médias em viés de crescimento verão seus problemas aumentando e se assemelhando aos das grandes cidades.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para mim o ideal seria aquelas cidades americanas e europeias com tudo bonito e certinho, mas infelizmente isso não existe aqui no Brasil.

      Excluir
  4. Muitas vezes o que buscamos é só mudança.
    Vc citou alguns que migraram dos grandes centros para o interior (mas a grande maioria com patrimônio acumulado - o que torna o movimento mais fácil). Agora quantos migraram do interior para as grandes cidades a procura também de melhores condições?
    Ou seja, as vezes é a famosa grama do vizinho ser mais verde.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde amigo. Obrigado por acompanhar o blog. Sim, realmente pode ser apenas busca de mudança. Recentemente uma amiga achou uma casa maravilhosa aqui mesmo perto, na cidade de São Paulo.

      Excluir
  5. Realmente, é uma questão complicada e a resposta pode variar de pessoa para pessoa.
    Acho que internet melhorou muito as coisas para quem vive no interior. Uma tv boa, assinaturas de streaming, videogames e pronto. Pelo menos entretenimento, o sujeito tem.
    No passado, eu lembro que até para comprar cds diferentes ou ir no cinema era só em cidades maiores.
    Compras on line, tb deixou as coisas mais acessíveis.
    Meu sogro mudou para um condomínio no sul de MG, não fica longe de SP. Ele vem a cada 15 dias, pede para entregar as coisas no apto da irmã para economizar no frete.
    Ele é mais velho e divorciado. Mudou para lá, só trabalha home office, sai para caminhar com os cachorros, cozinha, lê e assiste filmes.
    A vida do cara é só isso.
    Minha esposa fica preocupada com ele e acho estranho esse isolamento mas eu entendo o velho, minha sogra é uma borboleta social que não para de falar e ele é um introvertido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A vida do seu sogro é uma vida perfeita.

      Excluir
    2. Pode ser que o que o seu sogro desejava é o que ele está vivendo hoje. Certa distância de parentes, silêncio, tempo para hobbies e reflexão.
      Pra ele que é introvertido isso pode ser muito melhor que ficar com um monte de parente mala enchendo o saco.
      E tem bocó que acha isso estranho. Estranho são esses seres humanos sem personalidade.

      Excluir
    3. Seu sogro se tornou um mgtow (homem que segue seu próprio caminho). Hoje em dia muitos homens fazem isso. Sensacional!! A nossa paz é a coisa mais importante na vida.

      Excluir
  6. Moleza... Já que trabalha 100% remotamente e não quer ficar longe dos pais no ABC, uma alternativa é ir morar em Ribeirão Pires

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ribeirão me parece legal. Existem condomínios por lá?

      Excluir
  7. Caro ABC

    Poderia postar mais vezes né?

    Moro ha 60km de São paulo. Minha cidade tem 150 mil hab. aproximadamente. Simplesmente amo a cidade.
    Tem os mesmo problema de uma cidade grande? Sim, mas são beeeem menores. Tem transito? mas em horarios bem especifico, e o transito da minha cidade é como uma rua cheia em são paulo mas que flua... Tem violencia? Sim, mas não se compara a uma cidade grande. Aluguel em SP de um apê com três quartos por exemplo, entre aluguel e condominio vc gasta fácil entre 3k a 4k... Vai ver um aluguel no interior de 4k pra ver o que vc consegue. Caso com piscina tem varios. Ou seja, o custo é menor e com mais qualidade de vida. Bem mais!
    Essa semana conversando com um colegal que morava em São Paulo, faz uns 10 anos que comprou uma chacara numa cidade menor que a minha, acho que a cidade dele tem 30 mil hab. Ele e a esposa decidiram sair e São Paulo e ir morar nessa chacara... Segundo ele, são 10 anos de muita felicidade. No caso dele, me contou que muitos fins de semana era ir no shopping, voltava pro apê de 50m2 e assistir tv. Agora ele tem plantação: alface, couve, tomate , e algumas frutas... tem criação de galinhas etc.... Ele e a esposa fizeram cursos pra poder conviver melhor com a natureza e uma vida mais tranquila. Ele continua trabalhando em são paulo e pega estrada todos os dias. Se aposenta daqui dois anos. E segundo ele, é um paraíso a chacrinha dele, e a qualidade de vida que conseguiram.

    Em relação aos investimentos. Você concentra tudo em RV? Quando seleciona os ativos, vc vê mais crescimento da empresa ou dividendos?

    abs e bons investimentos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá meu amigo! Muito obrigado por acompanhar o blog. Sim, deveria postar mais, sem dúvida. Gostei bastante da sua resposta. Se possível poderia nos falar sobre estas cidades? Não que queira comprometer identidade de ninguém, mas estamos aceitando sugestões.
      Muito obrigado!

      Excluir
    2. Me desculpe, não respondi sua pergunta sobre os ativos. Tenho Ações, Renda Fixa, FIIs, Previd. Privada e Aplicações dolarizadas em fundos e ETFs. No caso de ações, utilizo o capítulo 14 do Livro "O investidor inteligente" de Benjamin Grahan e o livro "Faça Fortuna com Ações", de Décio Bazin. Se quiser mais detalhes é só perguntar.

      Excluir
    3. Cidade com 150 mil habitantes não é pequena. E pelo que você descreveu é quase região metropolitana de SP.
      Mas prefiro um cidade desse porte que uma de menos de 20 mil habitantes por exemplo.

      Excluir
    4. Chuto que essa cidade seja Atibaia, se for já fui aí na Festa do Morango com meus pais quando tinha12 ou 13 anos.
      Achei a cidade bonita, bem padrão interior de São Paulo, é quase região metropolitana, mas com cara de interior, é uma opção para quem não que ir pra longe de SP, e tem Bragança Paulista um pouco mais a frente que também é grandinha.
      Enfim são opções... Moro no interior em cidade bem menor, mas acho melhor cidades acima de 50 mil habitantes.

      Excluir
    5. Atibaia, isso mesmo.

      Um casal de amigos ja aposentados, quando ele trabalhava viajava muito por causa da profissão (era engenheiro), e por conta disso morou em varias cidades pelo País... RS, PE, BA, RJ e no estado de SP ele conheceu atibaia.

      Quando foi pra aposentar estava trabalhando e morando em Caxias do Sul, cidade muito gostosa tb. Mas na hora de fazer escolha onde iria se aposentar, de todas as cidades que conhecia e ja tinha morado, a que mais gostou foi de Atibaia.

      Excluir
    6. Só pra complementar, esse outro colega que tem a chacara é em Piracaia que fica proximo a Atibaia. Mas Piracaia é bem pequena mesmo, deve ter uns 30 mil hb.

      Excluir
    7. Já conheci Atibaia, é uma cidade legal.

      Excluir