domingo, 26 de junho de 2016

Aposentadoria Precoce



O último feriadão que tivemos me motivou a fazer o post. Como foi um feriado de quinta-feira, emendei a sexta e fiquei praticamente 5 dias em casa, uma vez que na quarta-feira já me auto impus um meio expediente. Como não tinha nada de viagem ou atividades planejado, passei os dias em casa, meio que fazendo apenas atividades como ler, descansar e assistir algumas séries, sair para comer, estas coisas.

Isso me levou a refletir sobre o que fazer com a independência financeira, a qual com uma boa probabilidade será atingida em 5 anos, segundo meu planejamento.

Continuarei a trabalhar no que faço hoje? Irei ler mais? Me exercitar mais? Serei mais evoluído espiritualmente? Pelos dias que passei no feriado, ainda terei que mudar muito o meu mental para isso.

Minha tendência natural é a preguiça. É não fazer nada. Meus prazeres principais, além de estar com minha esposa, é ouvir música, assistir a filmes e séries, navegar na Internet, bater papo e ficar deitado. Sair para comer também. Mas uma reflexão mais séria me fez entender que o que torna estes prazeres realmente prazeres é que são esporádicos. Passar um dia inteiro lendo ou assistindo filmes, que foi o que fiz neste feriado me fez entender que se tivesse dias seguidos disso, estas atividades perderiam o prazer.

Dito isso, acho que terei que buscar outras atividades produtivas, que me desafiem mentalmente, para sair do tédio que seria uma independência financeira não produtiva.

Muito me espanta no Brasil que existam pessoas, que por força de uma lei totalmente ultrapassada, se aposentam cedo, ganhando pouco e dedicam suas vidas em atividades inúteis, como ver novelas, se embebedar em butecos, jogar cartas e outras coisas mais. Qual o sentido de alguém com 50 anos ficar mais 20 anos assim?

Acredito que esta história de "aposentadoria" seja apenas mais um mito histórico, que tinha sentido antes, mas que no mundo de hoje, perde o sentido. A aposentadoria foi criada para proteger aqueles que não podiam mais trabalhar, devido à idade. Mas as pessoas trabalhavam em lavouras, em forjas, com trabalho pesado, que fisicamente não podiam mesmo continuar. Mas hoje, vemos pessoas totalmente saudáveis, com vigor físico, que não fazem absolutamente nada, apenas vivem de recursos de outros.

Que eu possa me espelhar em pessoas como Sílvio Santos, Warren Buffet, Abílio Diniz, Woody Allen e outros, que mesmo octogenários continuam produzindo e se melhorando. Que são úteis a outros e que não se dobraram à "cultura" que manda que após uma certa idade as pessoas devam ser apenas fantasmas, esperando a morte chegar.

Um grande abraço a todos!

14 comentários:

  1. Falou e disse! Acredito mesmo que uma das coisas nas quais deveríamos pensar desde cedo é na segunda grande etapa de nossas vidas, na qual, mais experientes e com mais liberdade, poderemos nos dedicar não somente ao ócio, mas ao trabalho em atividades mais gratificantes. Que você possa sempre nos presentear com estes textos que, além de nos orientar quanto ao investimento dos nossos recursos materiais, também nos fazem refletir quanto ao investimento de nosso sagrado tempo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado! Obrigado por ler o blog e pelo incentivo. O tempo é um bem curioso, não é estocável e não pode ser investido para termos mais tempo depois. Dessa maneira, temos que nos desenvolver e aprimorar no tempo que temos. Grande abraço!

      Excluir
  2. quantos anos vc tem +/- ? Acho que passar 5 dias em casa não te leva a pensar em atividades no longo prazo...

    Se ficasse 3 meses, acredito que irias viajar, conhecer novos lugares e pessoas...

    Você pode inclusive sair do teu emprego e procurar seu hobbie... acho que quem segue esse estilo de vida, é automaticamente uma pessoa feliz...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo, já passei dos 40. Na minha opinião, as viagens são boas e legais, mas depois de fazer várias viagens, nós começamos a querer algo mais, chame desenvolvimento espiritual, chame desenvolvimento intelectual, mas coisas que gostamos aos 20 e aos 30 começam a não ter tanta importância. Hobbies também são bons, mas acredito que o que realmente faz as coisas rodarem é ter um propósito.

      Excluir
  3. Prefiro a idéia de mini-aposentadorias espalhadas durante a vida. Trabalhando até a velhice, mas sempre descansando bastante.

    ResponderExcluir
  4. Concordo em partes com seu texto.

    "Que eu possa me espelhar em pessoas como Sílvio Santos, Warren Buffet, Abílio Diniz, Woody Allen e outros..."
    Se você trabalha no que gosta, vai fundo. Mas se for só mais um escravo, trabalhar até os 70-75 anos é o inferno na Terra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, justamente por isso é que estamos investindo e acumulando capital. No caso das pessoas que citamos, acredito que não seja mais dinheiro que os move, deve ser algo mais.

      Excluir
  5. Cara, apenas a titulo de curiosidade, com qual valor pretende se aposentar? Ou melhor, para você qual é o valor necessário para atingir a tal IF?
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Temos 3 milestones financeiras: R$ 1.000.000,00 que será simbolicamente comemorado, ou seja, nos tornaremos milionários; R$ 2.019.000,00, que será quando o rendimento gerará o nosso salário; e finalmente R$ 3.220.000,00 que será quando nos tornaremos milionários em dólares, ou seja, nos tornaremos milionários de verdade, porém este valor varia conforme o valor do dólar.

      Excluir
  6. Fala IABC!!! Estava discutindo com o pessoal exatamente este tema no forum lá do blog...

    A IF não significa parar de trabalhar... Significa ter liberdade para fazer o que quiser, a hora que quiser e quando quiser...

    Mesmo que a renda passiva seja suficiente para cobrir o custo de vida, ainda assim nos dedicaremos a algum serviço que inevitavelmente nos trará ainda um retorno financeiro. E isso é ótimo, porque poderemos nos dedicar a algo que realmente gostamos, e o bolo continuará crescendo...

    De qualquer forma, quando se atinge a IF, parar de trabalhar é uma opção, não uma obrigação...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amigo! Obrigado por ler o blog. Exatamente! A IF nos torna menos dependentes da lida do dia a dia, mas se não souber o que fazer com o tempo ela não tem sentido, por isso, assim como cultivamos o dinheiro, temos que cultivar nossa mente e nosso espírito, para utilizar bem o dinheiro.

      Excluir