terça-feira, 24 de abril de 2018

Tédio, isolamento e carteira do mês



Oi pessoal,

Estava já a bastante tempo sumido.

Sem ânimo para postar e para falar sobre qualquer coisa.

A vida do investidor pessoa física é solitária. É um verdadeiro teste para nossas mentes e nossa força de vontade, além de ser um desafio extra se você quiser além de progredir financeiramente progredir intelectualmente e espiritualmente também.

Eu acredito que atualmente esteja em uma das fases mais perigosas e difíceis do caminho do investidor, pois não estou nem totalmente independente financeiramente, mas já estou em uma fase em que em um mês a carteira cresce algo em torno de R$ 20 mil. Mês passado foi R$ 21 mil. Percebo que em alguns momentos me permito pequenos luxos, os quais não faria no passado.

Em parte porque o tédio e a irritação de conviver na grande cidade me faz buscar o isolamento, seja por utilizar um táxi ao invés de utilizar o metrô, seja por pagar R$ 15,00 por um joguinho de celular para matar o tempo, coisa que nunca faria antes.

Em um destes dias de reflexão sobre a própria vida, me vi sendo um quase abastado vivendo como um pé rapado. Seja pela tortura de se utilizar o transporte público lixo de São Paulo, seja por almoçar em um shopping lixo perto do trabalho, seja pela convivência com o que o Pobretão chamava de chimpas. Muitas vezes me peguei pensando: "Existe mais algum outro cara que tem mais de 1 milhão de reais que pega esse ônibus também?"

Não há assunto com ninguém, não há conversa, não há possibilidade de comunicação. Todos falam sobre os mesmos memes, as mesmas séries, as mesmas porcarias. Chegamos no limite em que todos se sentem à vontade de ouvir os recados inúteis de whats up na frente de todos, que as pessoas contam sobre suas viagens das quais voltam com a cabeça mais oca do que quando foram viajar para o escritório inteiro, que o pessoal pensa que cultura é conversar sobre o Pondé ou o Cortella.

Estamos na situação em que as pessoas são escravas de crianças de 5 anos, em que todos têm que ter tatuagens, beber litros e litros de bebida alcoólica e falar alto, estridentemente em qualquer situação.

Minha última esperança? Minha motivação?

Apenas a esperança de ter dinheiro o suficiente para viver longe daqui, deste escritório, desta cidade, deste país. Vou conseguir? Não sei, mas no momento é tudo que me faz continuar. Minha esposa me apóia e ajuda, é claro, mas o tédio segundo Voltaire é o pior estado de todos.

Nossa carteira de ações segue bem. Estamos comprando: ABC Brasil, Comgás, Eztec, Itaúsa, Multiplus, Santander, Sanepar, Taesa, AES Tietê e Transmissão Paulista. Destaque para Itaúsa, com mais de 85% de alta.

Continuamos na carteira mas sem comprar mais com: Guararapes, Metal Leve, Banrisul, Telefônica e Porto Seguro. Destaque para Guararapes com mais de 140% de alta.

Vendemos nossas Cemig, Eternit, CESP, Amazônia e Banco Pine.

No mais, obrigado por acompanhar o blog e que Deus nos ajude!



21 comentários:

  1. Bom que na blogosfera podemos partilhar as nossas opiniões com outras pessoas e assim conviver com pessoas que pensam de maneira parecida.

    Em relação a mudar de país, estou escrevendo uma serie de posts sobre aposentadoria em Portugal.

    Abraço e bons investimentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo. Obrigado por acompanhar o blog. Sim, a Internet possibilitou um contato maior com pessoas perecidas conosco. Fico imaginando um pouco como seria nos anos 60, 70 ou mesmo no início do século XX, quando um personagem de Lima Barreto disse: "O que deixou o Quaresma louco foi ler muito livro. Graças a Deus eu mesmo não chego perto de livro a mais de 30 anos...."

      Excluir
  2. Investidor do ABC, suas postagens fazem falta. Coincidentemente já morei um bom tempo no ABC e não achava ruim não.

    Moro em cidade pequena, que é tido como semi paraíso por muitos moradores de cidade grande que idealizam um futuro diferente pra si. E pela experiência de viver nos 2 cenários te digo que não há tanta diferença assim.
    Você pode escapar do transito ou do transporte público ruim, mas os hábitos e conversas das pessoas não são muito diferentes.
    Fora que se precisar ir a outras cidades vai ter que encarar ônibus ou precisar de carro.
    Muito do que você se queixa está presente aqui na minha rotina.

    Não sou um cara de modinhas, não sou entusiasta de redes sociais, não tenho tatuagem. Acho que um dos pontos que me tornam parecido com a maioria é o fato de acompanhar futebol desde criança.
    Sou um pequeno investidor, no momento mais pra pequeno aportador, não alcancei a IF e ainda falta um tanto pra chegar lá e entendo muito de suas queixas.
    Hoje uma das coisas que vem me incomodando é como as pessoas interpretam personagens, principalmente no trabalho, com fofoquinhas e puxação de saco, as vezes parecem crianças, se não fosse meus pais e irmão hoje seria um cara bem só. Conheço um número razoável de pessoas, mas não tenho muita proximidade com quase ninguém.

    Acho que com seu perfil você teve sorte em ter encontrado uma mulher pra casar e que pelo jeito é companheira. Com perfil como o seu ou o meu isso não é tão simples, a maioria das mulheres valorizam o contrário. Nesse caso você tem um ponto positivo considerável.

    Financeiramente você está muito bem, não há motivos pra muita ansiedade.
    Quanto a vida social, confesso que não tenho muito o que dizer já que tenho perfil parecido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo, agora vejo que também sentia falta de postar. O ABC não é ruim, comparando com a periferia de SP por exemplo é muito melhor. O meu problema é que tenho que ir para SP todo dia.
      O post parece um pouco depressivo agora lendo novamente no dia seguinte. Geralmente sou menos soturno. Acredito que seja o fato também de realizar algumas tarefas rotineiras que apenas exigem a medula cerebral e não o cérebro, se é que você me entende.
      Realmente, ter uma mulher com quem partilhar o caminho e que não seja fútil ou deslumbrada é um verdadeiro presente. Vida social tive mais quando era mais jovem. Hoje em dia busco apenas paz e tranquilidade.

      Excluir
  3. Olá Investidor do ABC

    Já leio a finasfera por um tempo e só agora me deparei com o seu blog. Gostei da forma como escreve e olha as realidades a sua volta.

    Não sei se você é cristão, mas gostaria de te indicar este site: https://padrepauloricardo.org/
    Espero que gere frutos de alguma forma.

    Estou te acompanhando.
    Lord

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde amigo, obrigado por acompanhar o blog. Já conhecia o Padre Paulo Ricardo através do Youtube. Gosta bastante dos vídeos sobre conservadorismo e virtudes que ele passa. Apenas temos divergências doutrinárias, mas obrigado pela indicação.

      Excluir
  4. Acho que todo poupador/investidor inevitavelmente acaba passando por isso... É muito difícil remar contra a maré, mas é um esforço necessário, sabemos que valerá muito a pena.

    Abraço e sucesso nos investimentos !

    ResponderExcluir
  5. MEu amigo, se serve de consolo, posso dizer que o tédio é algo constante na vida de quase todas as pessoas. O Isolamento não.
    Mesmo com uma vida cheia de afazeres, família grande e multiplas atividades, ainda me sinto entediado em diversas situações.
    Já morei em SP e sei como é estar cercado de muitas pessoas, mas sozinho ao mesmo tempo.
    O investimento em sua vida, carreira e finanças parece ter dado certo. Você obteve bastante sucesso.
    Experimente aproveitar seus frutos, gastando em algo que te dê satisfação plena.
    Já experimentou participar de algo transcendental, como construir uma família, fazer o doações a alguma instituição de caridade ou participar de trabalhos sociais?? certamente você verá que a vida tem um sentido mais profundo e que o seu isolamento é algo transitório.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O post foi feito em um momento de irritação e tédio extremos. Participo sim de ações beneficentes e são ótimas para vermos a realidade da vida. O isolamento é algo constante pois temos como regra na vida brasileira o medo e a truculência, mas obrigado pela força.

      Excluir
  6. Rolou uma identificação minha contigo nos quesitos de falta de paciência com os assuntos das pessoas em geral. Também me pego pensando se existe alguém com o patrimônio equivalente ao meu andando em carro popular ou usando o metrô. Penso frequentemente: "poxa, eu devo ser a pessoa mais rica desse vagão de metrô" (kkk)
    Também me identifiquei com esse tédio de já estar QUASE na independência financeira, mas ainda não ter chegado lá. Esse "quase" me mata!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É engraçado mas parece que o patrimônio físico altera a percepção mental da realidade. O caminho do investidor têm altos e baixos. Na hora do post estava no baixo.

      Excluir
  7. Puxa ABC, tava sentindo falta das suas postagens, cheguei a achar que tinha desistido do blog. Que bom voltar a ler seus textos. Achei engraçada a sua reflexão se era o único no ônibus com um milhão!

    Abraços!

    Marco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola amigo, obrigado por acompanhar o blog. Têm sido muito bom ver que algumas pessoas estavam sentindo falta das postagens. Já li em algum lugar que existem algo em torno de 160.000 milionários no Brasil. Sendo assim, a probabilidade de você estar junto de um deles em um busão em SP deve ser algo em torno de 0,1% no melhor dos casos. Realmente sou a mosca da cabeça branca!

      Excluir
  8. Eu também tive um choque de realidade agora a pouco. Me vi sem responsabilidades, sem futuro, sem perspectivas e levando tudo na brincadeira. Percebi que se tenho que fazer algo tenho que levar as coisas na seriedade. Num sei se bateu uma crise de realidade, mas quero sair do sofrimento ao qual estava, sair da matrix, e fazer as coisas acontecerem. Abraços e muitos sucessos no seu blog. Serve de referência para mim pesquisar sobre assuntos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amigo dei uma olhadinha no seu blog e se posso ter a pretensão de dar um conselho seria de você diversificar um pouco a carteira e aumentar os aportes. No mais: boa sorte e obrigado!

      Excluir
  9. Eu vim para este site apenas para testemunhar um homem poderoso que trouxe meu amante de volta para mim dentro do prazo de 48 horas, cujo nome e informações de contato são Dr.Akpada e você pode contatá-lo via (akpadatemple@hotmail.com) ou watssap +27844130246. No começo eu nunca acredito que ele nunca será capaz de trazer de volta o meu amante para mim, mas hoje, com a ajuda do Dr.Akpada, eu e meu amante estamos juntos novamente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Resolvei publicar esse comentário pelo inusitado do texto. A vida é um teatro do absurdo!

      Excluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Bom dia! Seu blog é espetacular. Após decidir que irá comprar as ações x, y; como divide os valores alocados? compra fracionado? um um mês compra a cota comp leta de uma ação e depois compra outra. P ercebi que se não for fracionado, por exemplo, R $ 10.000 compra-se muito pouco.

    Obrigado.E stou aprendendo com sua ajuda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo, obrigado por acompanhar o blog e pelos elogios. Eu faço assim: suponha que tenho 10 ações entre as escolhidas para comprar. A cada mês, pego meu aporte, que hoje gira em torno de 30% do meu salário e compro um único ativo.
      Pode ser que não seja ações, pode ser uma cota de FII ou um aporte num título do tesouro direto.
      Mas se for ação, faço uma única compra no valor do aporte.
      Por exemplo: meu aporte é de R$ 4.000,00. Chego à conclusão que pela minha alocação de ativos é o mês de comprar ações. Assim, vou lá e compro R$ 4.000,00 de uma única ação, pode ser por exemplo ITSA3. Detalhe: eu nunca compro no fracionário, a não ser se os R$ 4000,00 não dêem para comprar um lote de 100 ações. Se os R$ 4000 derem para comprar 123 ações, por exemplo, ajusto a ordem e compro apenas 100.

      E assim vou montando a carteira a cada mês.
      Fazendo assim, em pouco mais de uns 2 anos você vai ter uma carteira de ações com umas 10 ações, além do que você teria em renda fixa, FII, multimercados, dólar e ouro.

      Espero ter ajudado.

      Excluir