quinta-feira, 23 de abril de 2020

Fui ganancioso e me dei mal (quer dizer, não tão mal assim) - Carteira do Mês - Abril de 2020


Oi pessoal, espero que todos vocês estejam bem.

A minha carteira de investimentos funciona no piloto automático, ou seja, criei um sistema em que pré-defino as porcentagens que cada categoria de ativos deve ter e rebalanceio.

Determinei as seguintes porcentagens: Ouro - 5%, Dólar - 5%, Multimercados e Previdência - 10%, Exterior - 10%, Fundos Imobiliários - 14%, Ações - 28% e Renda Fixa - 28%.

Para cada categoria dessas tenho uma lógica própria de aporte. Sendo assim, sempre que o salário do mês cai, já separo 30% e lanço na categoria que está mais abaixo da porcentagem pré-determinada. Ou seja, se renda fixa está em 25% (abaixo de 28%) e é a que está mais baixa, aporto nesta categoria, que tem uma lógica própria entre SELIC, pré-fixado ou IPCA+.

O contrário também acontece, ou seja, se uma categoria está acima do que é pré-determinado, ou seja, se tenho 8% de ouro (mais que 5%), devo sacar e aportar na categoria mais baixa.

E assim deve ser todos os meses.

Ocorre que nos meses de dezembro de 2019 e janeiro e fevereiro de 2020, a bolsa subiu pra caramba e o mosquitinho da ganância me mordeu. O que deveria ter feito era vendido algumas ações e aportado em dólar e exterior, que eram as categorias que estavam mais baixas, em porcentagem.

Porém, como estava ganhando muita grana todos os dias pensei comigo: "Vou aportando na categoria mais baixa sem vender e mantenho os ganhos na bolsa.". Tinha reforma da previdência e parecia que o Brasil iria andar bem. Alguns bancos até projetavam Ibovespa em 130, 150 mil pontos.

Bem, todos sabem o que aconteceu, veio o vírus e a bolsa despencou e dólar, ouro (principalmente) e exterior arregaçaram.

Aí não tinha mais o que fazer, mantive as ações (não vendi nada na crise do corona), e perdi uma porcentagem considerável dos ganhos do ano passado. Anualizada, a carteira só conseguiu ter um pequeno lucro de 0,8% a.a. hoje (23 de abril de 2020), ou seja, todo o ganho do ano passado evaporou.

Se tivesse vendido as ações em janeiro e fevereiro, que era o que a minha própria técnica dizia para fazer, talvez estivesse até no lucro hoje em dia, mas como diz o título do post, fui ganancioso e me dei mal.

Bem, espero que burro velho aprenda.

Abaixo, nossa carteirinha das ações que estamos comprando:


Temos também Guararapes, Porto Seguro, Banco ABC, Banco Mercantil, Cielo, Sanepar, AES Tietê e Tupy, as quais temos mas no momento não estamos comprando.

No mais, grande abraço à todos.

10 comentários:

  1. Sofri do mesmo problema meu caro! Vi as ações "esticarem" e não tomei nenhuma atitude... O preju poderia ter sido BEM menor...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não cheguei a fazer a conta, mas acho que poderia ter sido metade, mais ou menos.

      Excluir
  2. Leia os livros da Filosofia Bastter, que você irá entender que não perdeu nada, e que você não deveria ter vendido na alta.

    Porque ao menos que você tivesse uma bola de cristal, e se tivesse estaria nesse momento em mônaco e bilionário. Então você fez o certo.

    Essa Timing perfeito que algumas pessoas acham que irá conseguir, acaba acarretando em prejuizos no longo prazo, o Bastter explica muito bem sobre isso aí. Tudo ilusão.

    Aporte e Tempo são as chaves para o enriquecimento, aporte em boas empresas, nunca espere sacar nada. No futuro, quando já tiver acomulado bastante, saque oque precisar para viver sua vida.

    Mas nunca invista na Bolsa pensando em sacar, se não você estará perdendo seu tempo e irá levar prejuízo logo logo.

    Enfim, tentei resumir oque o Bastter Prega.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já vi alguns vídeos do Bastter há muitos anos atrás e não me empolguei tanto. Gurus financeiros temos aos montes e esse Bastter é mais um. Essa técnica de balanceamento de carteiras não é minha, na verdade está descrita no Investidor Inteligente do Benjamin Graham e no livro All about asset allocation, além de ser recomendada pelo Ray Dalio e outros gestores. Além de ter sido implementada por mim desde o logínquo ano de 1998. Mas respeito e gosto de ouvir todos os pontos de vista.

      Excluir
  3. Isso não é uma carteira, é um índice.... kkk
    (não posso falar nada, dessas empresas acima eu tenho 13...)

    ResponderExcluir
  4. Olá, você poderia me tirar uma dúvida? De que forma vc aporta em ouro? O seu blog é muito legal! Curto bastante as postagens.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amigo, eu utilizo o fundo da Órama "Órama Ouro". Existem outros também na Vítreo e no BTG Pactual. Gosto desse da Órama porque utiliza o índice da bolsa de Chicago, sendo assim temos a variação do ouro mais o dólar, o que ajudou muito nestes tempos de vírus.

      Excluir
  5. Salve!

    Não acho que fez errado, covid foi realmente imprevisível. O rebalanceamento é realmente uma estratégia simples e funciona, mas todo mês fazer isso acho complicado, tira a simplicidade do mesmo.

    Sigo acompanhando e abs

    Chavão investidor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade não é todo mês. Eu rebalanceio toda vez que uma categoria ultrapassa 10% do valor alocado para esta. Mas iria ficar meio técnico e não queria alongar muito o texto. Abraços!

      Excluir